quinta-feira, 23 de maio de 2013

Simulado - Interpretação de texto


Simulado

Querido Pai,
Não deu para eu cumprir a promessa. A Mãe foi mesmo embora.
 Mas a mala dela ficou. E eu acho que assim, sem mala, sem roupa 
pra trocar, sem escova de dente, não vai dar pra Mãe ficar muito tempo 
sem voltar. Não sei. Vamos ver. Eu arrastei a mala e escondi ela debaixo
 da sua cama, viu?
Um beijo da Rebeca.  

     Fonte: NUNES, Lygia Bojunga. Tchau. Rio de Janeiro: Casa Lygia Bojunga, 2003. (excerto)

1-Para Rebeca, o fato de a mala a Mãe ter deixado a mala em casa,
 indica que ela
A) pode voltar.    B) quer voltar.  C) decidiu voltar.  D) não voltará.
 
2-  Na frase :   Escondi  ela.   O pronome  ELA refere-se:
A)   Menina    B) a mãe       C) a mala    D) roupa

3- A palavra “viu?” indica que Rebeca faz uma pergunta para
A) o Pai.          B) a Mãe.                C) a menina.                D) a mala.

4-O trecho da carta que traz a opinião de Rebeca sobre o fato de sua 
mãe poder voltar para casa é:
A) Assim sem mala não vai dar pra Mãe ficar muito tempo sem voltar.
B) Não deu pra eu cumprir a promessa.
C) A Mãe foi mesmo embora.
D) Eu arrastei a mala e escondi ela debaixo da cama, viu?

.Trem de ferro  -  Manuel Bandeira
Café com pão
Café com pão   
Café com pão
Virgem  Maria que foi isso maquinista?
Agora sim
Café com pão
Agora sim
Voa, fumaça

Fonte: BANDEIRA, Manuel. Trem de ferro.

 5-O poema apresenta um ritmo muito forte e a repetição de sons que pretendem representar um trem
A) em movimento.      B) parado     C) cheio de pessoas.  D) quebrado.

. PAPAGAIO SALVA FAMÍLIA

Papagaio salva família de incêndio no Reino Unido  da France Presse, 
em Londres  Francis Hall, 59, está pensando em recompensar  seu 
papagaio-cinza africano após o animal ter salvado a  vida de sua
 família. Apavorada com o fogo que começou  dentro da casa 
localizada e Hampshire, a mascote  gritou até acordar os moradores.                 Bob, de três anos, deve até ganhar uma  companhia depois do feito, 
ocorrido na manhã do último domingo (20). As chamas tomaram conta
 da cozinha e,  ao chegar perto do local onde o papagaio ficava, ele
 começou a gritar, despertando Hall e seus dois filhos.  Considerada
 a mais inteligente das aves, papagaio-cinza pode aprender 5.000
 palavras  "Com certeza ele terá alguns mimos - brinquedos novos, 
um balanço, um sino e um  espelho", afirmou o dono do animal ao
 jornal "Southern Daily Echo". "E parece a hora certa para
lhe dar uma companhia", completou Hall. 
 A família sofreu intoxicação por fumaça, mas Bob não se feriu.
  "Eu achava Bob muito chato, com esses gritos e barulhos.
 Mas agora não. Ele é uma lenda. Salvou nossas vidas", 
disse Sam, 8, filho de Hall.

Fonte: PAPAGAIO salva família... Folha Online, São Paulo, 22 jul. 2008.

6-O papagaio- cinza é   :   
 A) barulhento e inteligente.   B) medroso e jovem.  
 C) barulhento e vaidoso.        D) velho e chato.

Poluição: o homem é o grande vilão

Veja só que coisa triste: o homem é o único ser vivo que destrói o
 ambiente em que vive. Nenhum outro habitante do  planeta polui o ar
, contamina a água, devasta florestas.  As cidades são os centros de 
trabalho e moradia da  maioria das pessoas do mundo. 
Algumas chegam a ter milhões  de habitantes!
 Para abastecer e abrigar esse mundão de  gente, consumimos 
energia, exploramos muitos recursos  naturais e produzimos um montão
 de lixo.
É aí que mora o problema. A ação do homem é  perigosa, pois é feita 
em grandes proporções. A fumaça das indústrias, das queimadas e dos
 carros das grandes cidades  enchem o céu de gases tóxicos.
 Os esgotos não-tratados e o   lixo produzido por indústrias e por
 milhões de pessoas contaminam a água e o solo. 
  Fonte: Disponível em: canalkids.com.br/meioambiente/planetaemperigo/poluicao.htm

7- As ilustrações do texto destacam :
A) os efeitos da poluição no planeta Terra.
B) os milhões de pessoas que habitam o planeta Terra.
C) a moradia das pessoas no mundo.
D) o tratamento dos esgotos nas cidades

O  leão e o ratinho -Esopo

Um leão, cansado de tanto caçar, dormia espichado debaixo da 
sombra boa de uma árvore. Vieramuns ratinhos passear em cima
 dele e ele acordou. Todos conseguiram fugir, menos um, que o leão
prendeu debaixo da pata. Tanto o ratinho pediu e implorou que o leão
 desistiu de esmagá-lo e deixou que fosse embora. Algum tempo 
depois o leão ficou preso na rede de uns caçadores. Não conseguindo
 se soltar, fazia a floresta inteira tremer com seus urros de raiva. 
Nisso apareceu o ratinho, e com seus dentes afiados roeu as cordas
 e soltou o leão.
Moral: uma boa ação ganha outra.  

fonte: ESOPO. O leão e o ratinho.

10-O final da história começa quando:
A) o ratinho apareceu e conseguiu soltar o leão.
B) o leão urrava de raiva, fazendo a floresta tremer.
C) o leão ficou preso numa rede de caçadores.
D) o ratinho pediu ao leão que o soltasse.

11- Assinale a alternativa que apresenta em ordem os acontecimentos
 da fábula.

A) Um leão descansa e os ratinhos vêm perturbá-lo.
 Um ratinho negociou sua liberdade e prometeu ajudar o leão quando
 fosse necessário. Um dia isto acontece: o leão está preso
numa rede e o ratinho salva-o.

B) Um leão, ao descansar, é perturbado por uns ratinhos que passeiam
 em seu corpo. Um ratinho, que ficou preso nas patas do leão, recebeu
 dele a misericórdia. Um dia é o leão que está preso numa rede de 
caçadores e o ratinho salva-o, roendo as cordas.

C) Um leão descansa depois de caçar. Uns ratinhos perturbam-no. 
O leão fica preso numa rede de caçador, mas um dos ratinhos, que 
é seu amigo, vem ajudá-lo, roendo as cordas e libertando-o.

D) Um leão, ao ficar preso, numa rede de caçadores, pediu ajuda a
um dos ratinhos que já tinha sido salvo pelo felino, quando eles
 passeavam nas costas do mesmo que descansava após uma caçada.

Pássaros
As mãos que dizem adeus são pássaros
Que vão morrendo lentamente...

Fonte: QUINTANA, Mário. Pássaros. In: ______. A cor invisível. São Paulo: Globo, 
1994. p. 119.

 12-O poeta compara as mãos que dizem adeus com
A) a morte das pessoas .                 B) a morte dos pássaros.
C) outras mãos.                                D) a vida dos pássaros.

Pequenos tormentos da vida

De cada lado da sala de aula, pelas janelas altas, o azul convida
 os meninos, as nuvens desenrolam-se, lentamente, como quem vai
 inventando preguiçosamente uma história sem fim...
Sem fim é a aula: e nada acontece, nada... Bocejos e moscas. 
Se ao menos, pensa Lili, se ao menos um avião entrasse por uma 
janela e saísse pela outra.

Fonte: QUINTANA, Mário. Pequenos tormentos da vida.

13- O texto dá a impressão que Lili está
A) imaginando coisas durante a aula.
B) prestando atenção na aula.
C) esperando um avião chegar.
D) conversando com os colegas.

O Bibliotecário que mediu a terra

Há mais de dois mil anos, um bebê muito esperto veio ao mundo. 
Chamava-se Eratóstenes.
Seus pais eram gregos e moravam em Cirene, uma cidade grega
 situada em um ponto da costa da África onde hoje é o país que se
 conhece como Líbia.
Mesmo quando muito pequeno, Eratóstenes espantava-se com tudo
 o que via. Engatinhava pelo chão da cozinha para seguir as trilhas das formigas. E, à noite, quando olhava pela janela de seu quarto,
 admirava-se com a maneira como as estrelas ficavam presas no céu.
Quando ele aprendeu a falar, começou a fazer centenas, milhares de
 perguntas: O sol fica muito longe? De que ele é feito? De onde vêm 
os ventos? O que faz as estrelas mudarem de lugar?

Fonte: LASKY, Kathryn. O bibliotecário que mediu a terra. Rio de Janeiro:
 Salamandra, 2001.

14-Qual frase do texto indica que as informações que serão 
apresentadas ocorreram em um tempo passado?
A) “Há mais de dois mil anos, um bebê muito esperto veio ao mundo.”
B) “Chamava-se Eratóstenes.”
C) “Seus pais eram gregos e moravam em Cirene.”
D) “O que faz as estrelas mudarem de lugar?”

Floresta Amazônica

Um imenso tapete verde formado por árvores. É assim que se vê
 a Amazônia do céu.
Mas se formos chegando mais perto, mais perto e mais perto
 (devagarinho para não assustar ninguém), teremos surpresas entre
 as árvores da floresta: ali moram onças, macacos, araras, tucanos,
 tamanduás. Ali nascem plantas e flores raras. Ali existem rios enormes
, cheios de peixes.
É tanta riqueza natural que o homem ainda nem conseguiu descobrir
 tudo que existe na Amazônia!
  São milhões de espécies que ainda não foram catalogadas,
 um tesouro único no mundo. Isso  sem falar na cultura dos primeiros
 habitantes da floresta, os índios, com quem não cansamos de 
aprender.            
               
   Fonte: FLORESTA amazônica. Disponível em:

 15-No trecho “Isso sem falar na cultura dos primeiros habitantes 
da floresta, os índios...”, o termo sublinhado refere-se :
A) a toda a riqueza natural da Amazônia.
B) à parte da floresta que pode ser vista.
C) às diferentes espécies de aves.
D) aos rios enormes, cheios de peixes.

Saúde lança campanha para incentivar aleitamento materno- 
 Agência Brasil

BRASÍLIA - Para marcar a 17ª Semana Mundial de Amamentação, 
que começa nesta sexta-feira,o Ministério da Saúde e a Sociedade
 Brasileira de Pediatria lançam, às 10h, na sede da Fiocruz, uma 
campanha de incentivo ao aleitamento materno.
Estudos revelam que as crianças amamentadas têm menos chances
 de ter diarreiapneumonia - doenças responsáveis por boa parte
 da mortalidade infantil, principalmente em regiões mais carentes
 - diabetes, câncer ou de desenvolver alergias.

Fonte: AGÊNCIA BRASIL. Saúde lança campanha... Brasília, DF, 2008.

16-Na notícia, qual é o evento citado que iniciará a 17ª Semana
 Mundial de Amamentação?
A) A campanha de prevenção ao câncer infantil.
B) A campanha de incentivo ao aleitamento materno.
C) A campanha de proteção contra várias doenças.
D) A campanha de esclarecimento sobre a mortalidade infantil.


O Rio Tietê

O Rio Tietê percorre o estado de São Paulo de leste a oeste. 
Nasce em Salesópolis, na Serra do Mar, a 840 metros de altitude
 e não consegue vencer os picos rochosos rumo ao litoral.
 Por isso,ao contrário da maioria dos rios que correm para o mar, 
segue para o interior, atravessa a Região Metropolitana de
 São Paulo e percorre 1.100 quilômetros, até o município de Itapura
, em sua foz no rio Paraná, na divisa com o Mato Grosso do Sul.

Fonte: O Rio Tietê. Rede das águas, São Paulo, 2002.


17-O Rio Tietê nasce
A) no litoral do estado de São Paulo.
B) na Região Metropolitana de São Paulo.
C) na cidade de Salesópolis, em São Paulo.
D) no estado do Mato Grosso do Su

O gato, o galo e o ratinho 

    Um ratinho vivia num buraco com sua mãe. Depois de sair sozinho
 pela primeira vez, contou a ela:
   - Mãe, você não imagina os bichos estranhos que encontrei!
 Um era bonito e delicado, tinha um pelo muito macio e um rabo
 elegante, um rabo que se movia formando ondas. O outro era um
monstro horrível. No alto da cabeça e debaixo do queixo ele tinha 
pedaços de carne crua, que balançavam quando ele andava. 
De repente os lados do corpo dele se sacudiram e ele deu um grito
apavorante. Fiquei com tanto medo que fugi correndo, bem na hora 
que ia conversar um pouco com o simpático.
   - Ah, meu filho! – respondeu a mãe. – Esse seu monstro era uma
 ave inofensiva; o outro era um gato feroz, que num segundo teria te
 devorado.

Fonte: ESOPO. O gato, o galo e o ratinho. In:______. Fábulas de Esopo. 
São Paulo: Companhia das Letrinhas, 1994.

18-A moral adequada a essa fábula é
A) Jamais confie nas aparências.
B) Quem tudo quer tudo perde.
C) Quem ama o feio, bonito lhe parece.
D) Uma boa ação ganha outra.

CUIDADOS AO BRINCAR DE PIPA

1. Não empine perto da rede elétrica, em cima de lajes e telhados
 e em lugares movimentados;
2. Nunca use cerol: machuca os motociclistas e corta a camada de
 borracha dos fios de eletricidade;
3. Não use fios metálicos para empiná-las nem faça rabiolas de fita
 cassete: são condutores de energia e dão choques terríveis;
4. Não tente pegar nenhuma pipa que esteja enroscada em um fio
 elétrico;
5. Também não tente recuperá-las se tiverem caído em Estações Transformadoras de
Distribuição (ETDs) ou em subestações da rede elétrica.

Fonte: DICAS e reportagens. Folha de S. Paulo, São Paulo, 19 jul. 2008.
 Folhinha.

19-Além de machucar motociclistas, o texto afirma que o uso de cerol
 pode ser prejudicial quando ele
A) conduz energia a quem empina pipa.
B) dá choque em quem empina pipa.
C) ajuda a cortar a pipa do outro.
D) corta a borracha dos fios elétricos.

Encurtando o caminho 

Tia Maria, quando criança se atrasou na saída da escola, e na hora 
em que foi voltar para casa já começava a escurecer. Viu outra
 menina passando pelo cemitério e resolveu cortar, fazendo o mesmo
 trajeto que ela.
Tratou de apressar o passo, até alcançá-la e se explicou:
- Andar sozinha no cemitério me dá um frio na barriga. Será você se 
importa se nós formos juntas?
- Claro que não. Eu entendo você – respondeu a outra. 
– Quando estava viva, sentia exatamente a mesma coisa.

Fonte: LAGO, Ângela. Sete histórias para sacudir o esqueleto. São Paulo:
 Companhia das Letrinhas, 2002.

20-O trecho do texto em que o narrador diz que a história que irá contar aconteceu no passado é:

A) “Tia Maria, quando criança se atrasou na saída da escola, 
e na hora em que foi voltar para casa já começava a escurecer.”
B) “- Andar sozinha no cemitério me dá um frio na barriga.”
C) “-Será você se importa se nós formos juntas?”
D) “- Claro que não. Eu entendo você – respondeu a outra.”

Em harmonia com a natureza

Todas as manhãs, Laila Soares, 17, entra na internet para ver qual 
é a lição de casa do dia.
De dentro de sua casa no interior de Goiás, feita de barro, areia e
 palha, ela se comunica com seus professores na Austrália e discute 
com outros alunos os tópicos do fórum da semana. 
Além das aulas convencionais, como biologia e matemática,
 ela estuda mitologia e a condição da mulher na sociedade.  À tarde,
 se dedica a tocar violão, pintar ou cuidar das plantas. Duas vezes por
 semana, ela visita escolas onde dá aula para alunos e professores 
com o intuito de promover a sustentabilidade.
Sustentabilidade significa gastar menos do que a natureza 
consegue repor. Este é o conceito por trás das ecovilas, 
comunidades nas quais as ações sustentáveis vão muito além da
 reciclagem do lixo. Ela mora no Ecocentro Ipec 
(Instituto de Permacultura e Ecovilas do Cerrado), uma ecovila a
três quilômetros de Pirenópolis criada há dez anos por seu pai, 
brasileiro, e sua mãe, australiana.
Atualmente, há cerca de 20 pessoas morando no local. Mas na
 época dos cursos o número de residentes pode subir para 150.
 “Recebemos gente do mundo inteiro. Estou sempre conhecendo 
culturas novas e fazendo novos amigos.”
Mas não é só no ecocentro que Laila expande seus horizontes. 
Freqüentemente, acompanha os pais em trabalhos ao redor 
do mundo. “Por isso optamos pela escola a distância”, explica.
 “Assim, posso viajar e continuar estudando.”

Fonte: VILLAC, Luana. Em harmonia com a natureza.
 Folha de S. Paulo, São Paulo, 30 jun. 2008. Folhateen, p.6.

21- De acordo com as informações contidas no texto, é possível se
 dizer que
A) Laila estuda em uma escola pública e mora na Austrália.
B) Laila estuda pela televisão e mora em Pirenópolis.
C) Laila estuda pela Internet e mora em uma ecovila.
D) Laila não estuda e mora na Austrália.

Pescaria  

Um homem
que se preocupava demais
com coisas sem importância
acabou ficando com a cabeça cheia de minhocas.
Um amigo lhe deu então uma idéia
de usar as minhocas
numa pescaria
para se distrair das preocupações,
O homem se distraiu tanto
pescando
que sua cabeça ficou leve
como um balão
e foi subindo pelo ar
até sumir nas nuvens.
Onde será que foi parar?
Não sei
nem quero me preocupar com isso.
Vou mais é pescar.

Fonte: PAES, José Paulo. Pescaria. In: ______. Palavra de poeta. 
São Paulo: Ática, 2002.

22-No verso “acabou ficando com a cabeça cheia de minhocas” ,
 a expressão grifada poderia ser substituída por
A) minhocas penduradas nos cabelos.
B) muitas dores na cabeça.
C) a cabeça cheia de preocupações.
D) muitas preocupações com as minhocas.

23-A cabeça do homem ficou leve. A pescaria contribuiu para ele
A) livrar-se dos problemas.
B) livrar-se das minhocas.
C) aprender a pescar.
D) esquecer quem ele era.

Jaguatirica

Ordem: Carnívora
Família: Felidae
Nome popular: Jaguatirica
Nome científico: Leopardus pardalis
Habitat: Florestas
Hábitos alimentares: Carnívoro
Período de vida: Aproximadamente 20 anos
A jaguatirica é um felino de médio porte, podendo pesar entre
 11.3 a 15.8 kg. O seu pêlo é denso e curto de cor amarelo claro 
a castanho ocráceo e é todo pintado exceto na região ventral, 
em que a coloração é esbranquiçada. Estas manchas negras formam 
rosetas e seguem até a cauda. Os machos são maiores que as fêmeas.

Fonte: São Paulo (Estado). Animais: mamíferos: jaguatirica.

24- O texto tem por finalidade
A) discutir a importância do animal.
B) dar informações sobre a jaguatirica.
C) contar histórias sobre a jaguatirica.
D) orientar como cuidar da jaguatirica.

A bolsa amarela 

Eu tenho que achar um lugar pra esconder as minhas vontades.
 Não digo vontade magra, pequenininha, que nem tomar sorvete a
 toda hora, dar sumiço da aula de matemática, comprar um sapato
 novo que eu não aguento mais o meu. Vontade assim todo mundo
 pode ver, não tô ligando a mínima. Mas as outras – as três que de
 repente vão crescendo e engordando toda a vida – ah, essas eu não
 quero mais mostrar. De jeito nenhum.
Nem sei qual das três me enrola mais. Às vezes acho que é a vontade
 de crescer de uma vez e deixar de ser criança. Outra hora acho que é
 a vontade de ter nascido garoto em vez de menina.  Mas hoje tô
 achando que é a vontade de escrever.

 Fonte: NUNES, Lygia Bojunga. A bolsa amarela. Rio de Janeiro: Agir, 1997.

25-Quem narra o trecho é
A) um garoto    B) uma menina      C) uma professora    D) uma jovem.
  
26-  A personagem  cita três vontades que mais a perbuba:
      A)   De tomar sorvete, sumir da aula de matemática e de escrever.
      B)   De crescer,engordar e comprar um sapato novo.
     C)   De crescer, de nascer  garoto e de escrever.
     D)   De crescer, de nascer menina e de escrever.

Texto I
11/09/2008
Júlio e seus amigos estreiam espetáculo
 "Cocoricó em uma Aventura" nos palcos Da Redação

O garotinho Júlio e seus amigos da fazenda vão parar nos palcos 
em "Cocoricó em uma Aventura". O espetáculo, que estréia neste
 sábado (13) no Teatro Shopping Frei Caneca, tem o elenco 
 original do programa da TV Cultura, ou seja, os mesmos
 bonecos e manipulares.
A história mostra a turminha diante de um mistério: um objeto estranho 
visto no céu em Cocorilândia. Em torno deste enigma gira a trama e 
conversas entre Lilica, Astolfo, Zazá e o resto da turma. Júlio e 
sua turma estreiam aventura no teatro.
O programa da TV Cultura surgiu 1996 e tem como protagonista o
 garotinho Júlio, de oito anos, que mora com os avós da fazenda e
 convive com os bichos que moram lá. Neste ano o
programa estreou nova temporada e teve como novidade a 
entrada de celulares, computadores e outras tecnologias no 
universo da fazenda.

Texto II
13/06/2008

Júlio e seus amigos ganham aventuras em livros da "Turma do Cocoricó"
Da Redação
Muitas brincadeiras e comidas gostosas agitam as aventuras de Júlio 
e seus amigos em "O Piquenique", um dos livrinhos da coleção da 
"Turma do Cocoricó". Os personagens da TV Cultura aparecem
 em história simples, com linguagem voltada para os leitores mais 
novinhos que estão aprendendo a ler. As ilustrações também são
 bastante atrativas e ocupam, com muita cor, toda a página.

27-Os dois textos apresentam informações sobre um famoso 
programa da TV Cultura, denominado “Turma do Cocoricó”, sendo
 que:
A) o Texto I informa que o programa está sendo adaptado para
 teatro e o Texto II informa que o programa está sendo adaptado 
para livro.
B) o Texto I informa que o programa está sendo adaptado para 
livro e o Texto II informa que o programa está sendo adaptado
 para teatro.
C) os dois textos informam que o programa está sendo adaptado 
para livro.
D) os dois textos informam que o programa está sendo adaptado
 para teatro.
                                           Cida Trindade - Professores Solidários